Deserto Rosso

Last modified on 2017-03-04 04:42:58 GMT. 0 comments. Top.

Deserto Rosso (2016)

Inédita, a série faz referência ao filme homônimo do cineasta Michelangelo Antonioni, uma das principais referências estéticas de Giselle Beiguelman. Capturada num depósito municipal de São Paulo, a fotografia original, feita com uma câmera Nikon D7000, sofreu vários tipos de intervenções quando a artista a submeteu a um programa de corrupção de vídeo para imagens de baixa resolução.
A incompatibilidade entre os parâmetros do software utilizado, programado para vídeos de até 800 x 600 pixels, em 72 dpi [dots per inch, pontos por polegada], e a foto de 4928 x 3265 pixels e 300 dpi, causaram erros de processamento que foram capturados da tela do computador, entremeados por vários colapsos do sistema operacional. A série retrata uma cena que é uma metáfora da paisagem midiática do século 21: tecnologias de ponta transformadas em poucos anos em lixo, empilhadas ao relento. Questiona a descartabilidade dos equipamentos digitais e as suas relações com a incomunicabilidade, tema central na poética de Antonioni.

12 imagens, 60 x 42 cm, impressão jato de tinta sobre papel.

This new series makes reference to the homonymous film by Italian filmmaker Michelangelo Antonioni, who is one of Giselle Beiguelman’s main aesthetic references. The original photo was captured in a warehouse in the city of São Paulo with a NikonD7000 camera; several interventions were made in it through the use of a video-corruption program for low-resolution images.
The incompatibility among the parameters of the software the artist used, which is programmed for videos of up to 800 x 600 pixels, in 72 dpi [dots per inch], and the photo, with 4928 x 3265 pixels and 300 dpi, caused processing errors that were captured from the computer screen, interweaved with various operating system collapses. The series portrays a scene that is a metaphor for the media landscape of the 21st century: state of the art technology that, in a few years, become garbage, piled up outdoors. It questions the disposability of digital equipment and its relationship with incomunicability, which is a central theme in Antonioni’ poetic.

12 images, 60 x 42 cm, inkjet print on paper.