Ontem jantei com Eduardo Kac (pronuncia-se Katz) e foi inevitável conversarmos sobre seu mais novo projeto, “Natural History of the Enigma”. Novo em termos, pois o projeto está em desenvolvimento desde 2003.

Trata-se de uma série de “plantimais”, híbridos geneticamente modificados de animal e vegetal, resultantes da introjeção de proteínas do DNA do Eduardo no DNA de uma petúnia que, não por acaso, gerou a espécie “Edúnia”.

O Weisman Art Museum incorporou a obra ao acervo, na forma de um saquinho de sementes.

As flores em si ficam numa estufa do laboratório da Universidade de Minnesota, mas não se sabe até quando.

O interesse do laboratório é experimental e não patrimonial.

Aparecem aí impasses interessantes e inéditos da criação na área de Arte/Ciência.

Mais, sobre isso e outros assuntos, em breve na Trópico.

Por ora: Natural History of the Enigma