by Giselle Beiguelman

Cenários entrópicos | Entropic scenarios

Paisagens Ruidosas (2013-2016) (English follows) Esta série é um convite para enfrentar paisagens urbanas, partindo da desordem como paradigma essencial para sua fruição. O projeto investiga estéticas do ruído e da obsolescência, em particular o glitch, e os modos pelos quais dialogam com espaços fragmentados e as experiências que temos das ruínas urbanas. Todo o processo, da captura à edição...

Incomunicabilidades contemporâneas

Inédita, a série faz referência ao filme homônimo do cineasta Michelangelo Antonioni, uma das principais referências estéticas de Giselle Beiguelman. Capturada num depósito municipal de São Paulo, a fotografia original, feita com uma câmera Nikon D7000, sofreu vários tipos de intervenções quando a artista a submeteu a um programa de corrupção de vídeo para imagens de baixa resolução. A...

Cinema Lascado @ Caixa Cultural

A Caixa Cultural São Paulo apresenta, entre 16 de julho e 25 de setembro de 2016, a exposição “Cinema Lascado“, que faz um recorte dos últimos 10 anos de minha produção artística. Sob curadoria de Eder Chiodetto, a mostra é composta por videoinstalações, projeções e 22 imagens inéditas, resultantes de minhas pesquisas sobre imagem digital, estéticas da obsolescência tecnológica e paisagens...

Memórias Corrompidas | Corrupted Memories

(English...

How heavy is a cloud?

How heavy is a cloud?  is a multimedia installation comprising video, audio, stamps, and photography that occupies Galpão VB prompting the audience to venture into a mysterious, unknown territory of family inheritance. Born into a Polish-Jewish family, Giselle Beiguelman morphs into a traveler of memories for this project, visiting her family’s home country and questioning herself, investigating landscapes and...

Quanto pesa uma nuvem?

Quanto pesa uma nuvem? apresenta o resultado de minha pesquisa na Polônia. O projeto reúne as obras Perguntas às pedras [Série 3] (carimbos), Perturbadoramente familiar (áudio e postais) e Quanto pesa uma nuvem? (vídeo e fotografia), que ocupam o Galpão VB, a partir de 25/6. Curadoria: Ana Pato. As obras: Perguntas às pedras A série Perguntas às pedras constitui um mapa das minhas perplexidades em...

Brasil na Bienal de Arquitetura de Veneza

Conversei com o curador do Brasil na Bienal de Arquitetura de Veneza. Na entrevista publicada na revista seLecT, ele fala das relações entre Patrimônio Cultural e planejamento urbano, do Circuito Histórico da Herança Africana no Rio de Janeiro e adianta alguns destaques do pavilhão brasileiro. A melhor cidade é a que existe O arquiteto Washington Fajardo, 43, presidente do Instituto Rio Patrimônio da...

Arte, Espaço Público e Memória

O 7º Patrimônio em Debate, evento promovido pelo Departamento do Patrimônio Histórico de São Paulo, acontece no dia 23 de março de 2016, das 14 às 18h30, no Arquivo Histórico, com o tema: Arte, Espaço Público e Memória. Esse tema teve como mote a exposição Memória da Amnésia, em cartaz no Arquivo Histórico de São Paulo até 02 de abril, e o Inventário de Monumentos da Prefitura de São Paulo....

O que vc esqueceu de lembrar?

Memória da Amnésia busca compreender como as políticas culturais e de patrimônio histórico definem o que são obras de arte pública e estabelecem suas relações com a memória urbana. O projeto aborda a memória pelo prisma do esquecimento, focalizando a mudança de monumentos de lugar e o “desterro” de monumentos em depósitos, duas questões recorrentes da história urbana de São Paulo. A exposição,...

Futuros Possíveis no Rio de Janeiro

Dia 29/4, a partir das 18h, estaremos na linda Livraria Cultura – Cine Vitória para fazer o lançamento do livro Futuros Possíveis – Arte, Museus e Arquivos Digitais no Rio de Janeiro. É o terceiro. O primeiro foi no Itaú Cultural e o segundo na Livraria Blooks da sp-arte. Todos foram ótimas festas. Acesse o sumário e leia a apresentação...

Arte pública e “revitalização” urbana (aula 3 – auh5862)

Com base no artigo de Rosalyn Deutsche — Krzysztof Wodiczko’s “Homeless Projection” and the Site of Urban “Revitalization” –, propõem-se os seguintes tópicos de discussão: Arte pública como intervenção urbana e como estratégia de “pacificação”; A instrumentalização do patrimônio histórico nos processo de gentrificação; Arte, tecnologia e política no...

Beleza Convulsiva Tropical: o site!

Outro dia dei uma aula no MOLA, um grupo de estudos coordenado pelo Fernando Velázquez e pelo Lucas Bambozzi na Fauna. A aula na verdade foi um ping-pong com o Lucas, que foi interlocutor, como curador e agenciador (no sentido mais deleuziano possível da palavra) de boa parte da produção que apresentei ali. Em determinado ponto, ele me fez uma pergunta que me levou a apresentar alguns projetos relacionados...

Futuros Possíveis: Arte, Museus e Arquivos Digitais

Sinopse  O livro discute estratégias e metodologias para o armazenamento e preservação de arte digital e processos de digitalização de acervos, incluindo também estudos sobre novas formas de organização e disponibilização das informações em sistemas de visualização de dados. Além disso, Futuros Possíveis apresenta estudos de caso e reflexões sobre o surgimento da estética do banco de dados e o...

Futuros Possíveis – Apresentação

Futuros possíveis discute temáticas emergentes no campo da preservação do patrimônio artístico e cultural, reunindo especialistas de renome internacional da área de conservação de arte digital e digitalização de acervos. A crescente produção artística realizada com meios digitais e eletrônicos demanda a elaboração de procedimentos específicos para a preservação da memória de bens culturais que,...

Unplace

I’m proud to announce I will be one of the keynote speaker of UNCERTAIN SPACES programme: “Corrupted Memories: aesthetics of ruins and digital museums”. Friday, 31th october, 17h00, at Gubelkian Foundation (Lisboa, Portugal). Glitched Landscapes, Giselle Beiguelman, 2013. Here is the abstract of my lecture: This lecture addresses some specific characteristics of contemporary media culture and...
Página 1 de 212